O que é ABTRF?

“Associação Brasileira da The Rotary Foundation” – é uma entidade civil sem fins lucrativos, registrada no Ministério da Fazenda com o CNPJ 06.164.572/0001-92, que permite o recebimento de doações para a Fundação Rotária efetuadas por pessoas jurídicas brasileiras.

Por que foi criada a ABTRF?

Para oferecer um caminho e eventuais benefícios às pessoas jurídicas que desejam contribuir formalmente com a Fundação Rotária, pois sendo uma OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), de acordo com a Lei 9790/99 possui toda a documentação fiscal e social pertinente, POSSIBILITANDO QUE OS DOADORES USUFRUAM DE BENEFÍCIOS FISCAIS.

Pessoas físicas podem contribuir para a ABTRF?

Não, somente empresas podem contribuir. Pessoas Físicas efetuam doações diretamente à Fundação Rotária.

Como são administrados os recursos das doações recebidas?

As doações são aplicadas em fundos gerenciados pela Fundação Rotária, e são redirecionadas a criação e manutenção de projetos de SUBSIDIOS ELABORADOS PELOS ROTARY CLUBS e realizados no Brasil, que atendem às necessidades das comunidades carentes.

Como contribuir para a ABTRF?

Diretamente, através de:
– Depósito identificado em conta-corrente ou através de programas específicos, como por exemplo: Empresa Cidadã ou Seguro Solidário.
– Boleto bancário através do site www.rotary.org.br

No caso de doação direta, a Empresa deve comunicar a doação para a ABTRF?

Sim. Através do envio para o escritório de Rotary International em São Paulo do formulário de doação, devidamente preenchido, disponível no site www.rotary.org.br (seção ABTRF).

Em quais contas correntes devem ser efetuados os depósitos de contribuições?

Os depósitos de contribuições devem ser efetuados em nome da Associação Brasileira da The Rotary Foundation (ABTRF) junto ao:
– Banco Itaú (341) – Agencia 0383 – Conta Corrente 70.570-4
– Banco Bradesco (237) – Agencia 0136-8 – Conta Corrente 142553-6

A doação de Empresa para a ABTRF terá reconhecimento rotário?

Sim, para doações feitas ao Fundo Anual, Programa Pólio Plus ou apoiando projetos específicos de Subsídios Equivalentes ou Globais, a empresa doadora pode receber o “Certificado de Apreciação” da ABTRF quando suas contribuições atingirem US$ 1.000,00, ou como alternativa a Empresa pode agraciar pessoa física, rotariano ou não, devidamente identificado no formulário de doação, com o reconhecimento de Companheiro Paul Harris.

Contribuições adicionais de US$ 1.000,00 darão direito a novos reconhecimentos de Companheiro Paul Harris ao beneficiário indicado, ou se este já possuir o título, o direito a receber safiras e rubis observadas às regras definidas para a outorga de reconhecimentos pela Fundação Rotária. ESTES RECONHECIMENTOS SERÃO SEMPRE ÚNICOS

Uma pessoa física poderá receber o reconhecimento de Major Donor pela doação, que atinja o total de US$ 10.000,00, efetuada por pessoa jurídica desde que seja sócia ou acionista majoritária da mesma.

Há benefício fiscal para doações à ABTRF?

Sim. As empresas optantes pelo sistema de lucro real podem lançar (Lei 9249 e MP 2113-30) estas doações, em valor de até 2% de seu lucro operacional, como despesa operacional, obtendo assim redução na base de cálculo do imposto DE RENDA a pagar.

E empresas que não utilizem o SISTEMA DE LUCRO REAL, podem contribuir?

Claro, estas empresas têm a oportunidade de, apesar de não receberem o benefício fiscal, demonstrando seu comprometimento social, contribuírem para possibilitar a realização de mais projetos através dos programas da Fundação Rotária, desempenhando assim importante papel para atender necessidades de comunidades mais carentes.

O que são os programas Empresa Cidadã?

São programas de contribuição de pessoas jurídicas para a Associação Brasileira da The Rotary Foundation – “ABTRF”, com compromisso contratual firmado entre a Empresa Doadora – Club/Distrito, para contribuições mensais (período mínimo de 12 meses) de doações que serão encaminhadas para os distintos programas da Fundação Rotária através da ABTRF.

Quais os reconhecimentos para doações de Empresa Cidadã?

Todas as Empresas Cidadãs ao integralizarem a doação de US$ 1.000,00 recebem um “Certificado de Reconhecimento Social”, emitido pela Diretoria da Associação Brasileira da The Rotary Foundation, com validade para o respectivo ano rotário.

Os Clubes e consequentemente os Distritos têm os valores destas doações das empresas, com as quais tem Contrato de Adesão, computados em seus resultados de arrecadação anual.

A empresa doadora tem o direito a indicar para cada contribuição de US$ 1.000,00 (integral ou acumulada) um beneficiário, rotariano ou não, que será reconhecido como Companheiro Paul Harris dentro dos critérios definidos pela Fundação Rotária.

Contribuições adicionais de US$ 1.000,00 darão direito a novos reconhecimentos de Companheiro Paul Harris ao beneficiário indicado pela empresa Cidadã, ou se este já possuir o título, o direito a receber safiras e rubis observadas às regras definidas para a outorga de reconhecimentos pela Fundação Rotária. ESTES RECONHECIMENTOS SERÃO SEMPRE ÚNICOS.

Uma pessoa física poderá receber o reconhecimento de Major Donor pela doação, que atinja o total de US$ 10.000,00, efetuada por pessoa jurídica desde que seja sócia ou acionista majoritária da mesma.

Qual a divulgação que a Empresa Cidadã recebe por sua contribuição?

Cada Clube e Distrito têm autonomia para divulgar o apoio que recebe de suas Empresas Cidadãs. Dentre estas destacamos as seguintes divulgações:
– Através da exposição de banner (modelo padrão) fornecido pela empresa, nas reuniões ordinárias e eventos festivos do Clube com o qual tem contrato
– Através exposição deste banner em eventos realizados pelo Distrito
– Através mídias escritas, faladas, televisivas utilizadas pelo Clube/Distrito
– A cada R$ 200,00 doados a empresa tem direito a receber 200 selos confeccionados e disponibilizados pela Diretoria da ABTRF, com identificação de marca d’água, que podem ser utilizados em suas correspondências, para divulgação de sua participação em programas da FR como Empresa Cidadã.

Quem fornece o banner a ser usado nas divulgações?

A Empresa Cidadã fornecerá o banner, em medidas padrão recomendadas pela ABTRF. Como alternativa Clubes e Distritos poderão também confeccionar banner coletivo, divulgando as logomarcas de várias empresas participantes.

Como se adere ao programa?

Através do Rotary Club da região e mediante a assinatura de contrato de adesão padrão, cujo modelo é disponibilizado pela Associação Brasileira da The Rotary Foundation.

Aos Rotary Clubs é recomendado especial trabalho para adesão ao programa as empresas de participação ou propriedade de seus associados.

Quem gerencia a administração de recebimentos das mensalidades, depósitos para ABTRF, divulgação em boletins, banners e eventos dos Clubes-Distritos?

É responsabilidade de cada Distrito.

Clubes e Distritos podem criar programas de Empresa Cidadã fora deste conceito?

Não. O Conceito de Empresa Cidadã somente pode ser utilizado em ações onde 100% do valor arrecadado se destinem para a Fundação Rotária, através da ABTRF, e seguindo as normas por ela prescritas.

O que é o Programa Seguro Solidário?

É uma iniciativa da Seguradora Porto Seguro, através de convenio ajustado com a ABTRF/FR para doar 5% do valor dos prêmios líquidos das apólices de seguros de automóveis de rotarianos e familiares para a Fundação Rotária através da ABTRF.

Estas doações são feitas a partir dos seguros de veículos de rotarianos, seus cônjuges, ascendentes e descendentes, feitos com as seguradoras Porto Seguro, Itaú e Azul Seguros.

O premio do seguro do rotariano ou de seu familiar tem algum tipo de acréscimo por esta doação?

Não. Esta é uma doação da Seguradora Porto Seguro pelos seguros efetuados com rotarianos a preços de mercado, é válida e efetuada inclusive de maneira retroativa para seguros efetuados até 11 meses anteriores a data da solicitação do crédito efetuado pelo segurado.

O que deve fazer a (o) Rotariana (o) para que a Porto Seguro efetue esta doação para a ABTRF?

Basta ser enviado pelo interessado (Rotariano, seu Clube ou seu Distrito) e-mail para rotary.convenio@portoseguro.com.br com as seguintes informações:
– Seguradora: Porto Seguro, Itaú ou Azul Seguros;
– Número da apólice (consta do cartão de seguro)
– Nome do segurado:
– Nome da (o) rotariana (o) quando não for o próprio segurado
– Número de registro da (o) Rotariana (o) em Rotary International
– Nome do Clube
– Número do Clube em Rotary International
– Distrito
– Grau de parentesco (cônjuge, mãe, pai, sogra, sogro. filha, filho, nora, genro), quando o segurado não for rotariana (o)

Você também pode comunicar seu seguro através do formulário no site do Distrito, clicando AQUI.

Esta contribuição efetuada pela Porto Seguro é considerada no resultado acumulado de contribuições do Clube ao qual o rotariano ou seu parente esta ligado?

Sim. Seu valor é considerado como resultado de contribuição do Clube e do Distrito ao qual (a) o rotariana (o) esta ligado.

Como acompanhar os créditos das doações da Porto Seguro?

Mensalmente a Diretoria da ABTRF, encaminha ao Governador de cada Distrito a relação dos depósitos efetuados pelos Clubes de sua área e ele deve encaminhar esta informação aos interessados. É importante registrar que os créditos acontecem em média 45-60 dias após sua solicitação através do envio do e-mail para rotary.convenio@portoseguro.com.br

Há reconhecimento para estas doações?

Sim. Os Rotary Clubs e Distritos aos quais estão ligados os segurados ou familiares recebem os créditos destes valores doados pela Porto Seguro e eles são considerados em seus resultados na contribuição anual para a Fundação Rotária

O Rotariano recebe reconhecimento por esta doação efetuada pela Porto Seguro?

O maior reconhecimento recebido pelo rotariano é que, com o simples ato da informação de seu seguro ou de parente próximo via e-mail, ajuda na arrecadação para a Fundação Rotária via ABTRF, aumentando desta maneira os recursos financeiros que serão utilizados nos vários programas Da FUNDAÇÃO ROTÁRIA.

Seguros de veículos em nome de empresas de rotarianos podem ser considerados no convênio Seguro Solidário?

Sim, desde que o veículo seja de uso pessoal do rotariano (ou familiares citados). Não podem ser considerados os seguros de veículos de uso profissional ou de frota.